Ceará ultrapassa os 294 mil casos de Covid-19 e acumula 9.522 óbitos


No final da tarde de hoje (24), o Ceará marca 294.116 diagnósticos positivos de Covid-19. No total, são 9.522 mortes causadas pela doença desde o inicio da pandemia, em março. O dados são da ferramenta digital IntegraSUS, administrada pela Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa) e atualizada às 17h14, desta terça-feira (24).

 

 

O número total de notificações da doença pandêmica no Ceará foi de 936.582 e plataforma também indica que ainda existem 39.655 casos e 591 óbitos em investigação. A taxa de letalidade da doença em território cearense, está em 3,2%. O número é o mais baixo já registrado desde o inicio da pandemia. Nas últimas 24h não houve mortes causadas pela Covid-19.

 

Ainda segundo a plataforma da Sesa, o Ceará já conta com 247.131 recuperados da infecção causada pelo vírus Sars-Cov-2 e já foram realizados 1.118.909 exames para detecção da doença.

 

As maiores incidências de casos confirmados são registradas nas cidades de Acarape (12.914,5), Frecheirinha (10.922,4), Crateús (8.397), Groaíras (7.237,1) e Quixelô (7.052,8), em números proporcionais a 100 mil habitantes.

 

 

Casos e óbitos

Fortaleza registra os maiores números absolutos da Covid-19 no Estado. São 66.334 casos confirmados e 3.942 mortes, a incidência de casos na Capital está em 2.481,2. O número de atendimento de pacientes com novo coronavírus nas UPAs de Fortaleza já é o maior desde agosto. 

 

Em seguida, Juazeiro do Norte, na Região do Cariri, registra 16.444 infecções confirmadas e 304 óbitos. A incidência de casos na cidade é de 5.996,9. Sobral, na Região Norte, aparece como terceiro município em destaque, com 12.614 casos e 318 mortes, além de incidência de 6.037,3.

 

Na macrorregião de saúde de Fortaleza, além da Capital, também se destaca Maracanaú, com 7.927 diagnósticos positivos, 257 óbitos pela Covid-19 e incidência de 3.478,5.

 

Crato, também na região caririense, é a quinta cidade com os maiores números absolutos da doença, com 7.675 casos positivos, 101 falecimentos em decorrência da doença e com incidência de 5.809,7.


Com informações do diario do nordeste.


Postar um comentário

0 Comentários