terça-feira, 13 de junho de 2017

Jovem diz ter suplicado para não tatuarem em sua testa: 'Implorei para que quebrassem meus braços



Jovem diz ter suplicado para não tatuarem em sua testa: 'Implorei para que quebrassem meus braços



O adolescente de 17 anos que teve a testa tatuada com a frase "eu sou ladrão e vacilão", no último dia 31, disse neste último domingo, 11, em reportagem à Folha de São Paulo. que implorou para que o tatuador Maycon Wesley Carvalho dos Reis, 27, e o amigo dele, Ronildo Moreira de Araújo, 29, não o tatuasse.

"Pedi que fosse no braço, mas eles disseram que seria na testa e começaram a rir, pensando na frase que escreveriam. Então, implorei para que quebrassem meus braços e minhas pernas, mas que não fizessem isso", contou.

Em sua casa em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, ele disse que logo após o ocorrido, "quis morrer e que estava muito envergonhado".

O jovem, que admite ser usuário de drogas, contou que estava "muito bêbado" quando entrou no condomínio onde Reis vive. "Eu coloquei a mão em uma bicicleta, mas não estava roubando. Nem sabia o que eu estava fazendo", relata.

A mãe do adolescente, Vânia Aparecida Rosa da Rocha, 34, está inconformada. "Estou arrasada. Meu filho não é boi para ser marcado desse jeito", desabafou. Os dois acusados de tortura pela Polícia tiveram prisão preventiva decretada no sábado, 10.


A informação é da Folha de S. Paulo

0 comentários:

Postar um comentário