quinta-feira, 4 de maio de 2017

imagens fortes:Em Manacapuru Presidiário que cumpria pena em liberdade mata vigia com mais de 20 facadas.



Max Willian Cardoso Cramer, 19, foi preso no fim da tarde desta quarta-feira, 03/05, , acusado de matar com mais de 20 facadas, o funcionáriopúblicoMunicipal, que trabalhava como vigia, Manoel Geraldo  dos Santos, 55, conhecido por Prachales. O crime ocorreu na rua José Francisco, bairro de São José em Manacapuru, local onde a vítima morava.
 Segundo testemunhas o acusado foi visto saindo da casa da vítima, após cometer o crime. A polícia foi acionada e em uma ação da rápida da PM, Max foi preso. Com várias passagens pela polícia, o acusado cumpre pena por roubo e estava em regime aberto há poucos meses.
Segundo o delegado  João Batista, o homicídio será investigado para tipificar o crime. “Temos que ver se ele entrou na casa já com a intenção de matar a vítima, pois ai seria homicípio qualificado, ou se foi latrocínio, roubo seguido de morte. O que esperamos é que esse rapaz, que já é velho conhecido da polícia seja novamente condenado e cumpra a pena preso, pois ele mais uma vez provou que é um perigo para a sociedade”, comentou o delegado.

No necrotério do hospital Lázaro Réis, onde está o corpo da vítima aguardando para ser encaminhado ao IML, um parente de Prachales comentou que um dos supostos motivos do crime pode  ser o fato de Max  ter sido denunciado anteriormente por Geraldo após ter cometido um crime anteriormente.                        

0 comentários:

Postar um comentário