sexta-feira, 21 de abril de 2017

Total de detidos por ataques chega a 16, e 23 ônibus já foram alvos em dois dias


Total de detidos por ataques chega a 16, e 23 ônibus já foram alvos em dois dias



Polícia Militar segue abordando suspeitos nas ruas para capturar os envolvidos nos ataques em Fortaleza.



Aumentou para 16 o número pessoas detidas por suspeita de envolvimento na série de ataques ao transporte público, bancos e órgãos oficiais de Fortaleza, que começou nesta última quarta-feira (19),e continua acontecendo na Capital cearense e Região Metropolitana. Em coletiva realizada na tarde desta quinta-feira (20), o secretário de Segurança do Estado, André Costa, afirmou que várias operações seguem acontecendo com o objetivo de capturar mais pessoas envolvidas na onda de violência.

"Temos várias viaturas acompanhando a AMC (Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania) para garantir a segurança no trânsito. Além disso, a Polícia Civil continua as investigações para identificar e prender os envolvidos nestes atos de violência, assim como a PM (Polícia Militar) segue abordando suspeitos nas ruas", informou o secretário.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o número de ônibus atacados já subiu para 23, sendo que nem todos foram completamente incendiados. Somente nesta quinta-feira, cinco coletivos foram incendiados em diferentes áreas de Fortaleza. Os casos aconteceram em: Vila Velha (linha 221 Vila Velha/Riomar Kennedy); Castelo Encantado (linha 907 Castelo Encantado/Centro); Padre Andrade (linha 206 - Padre Andrade/Antônio Bezerra); Arvoredo/Parangaba, que foi queimado no início da tarde; e Canindezinho/Jardim Fluminense (linha 346), que deixou gravemente ferido o cobrador.

Detidos

Ainda nesta quinta-feira, a PM deteve, por volta das 15h30, na favela do Pau Fininho, no Papicu, três suspeitos de envolvimento nos ataques aos coletivos urbanos. O trio estava portando em um veículo diversos galões com combustível. Conforme a polícia, o trio pertence à Facção GDE, que, até este momento, vem assumindo os atentados em Fortaleza.

Além deles, a SSPDS já divulgou mais detalhes sobre algumas pessoas presas ao longo das operações de segurança nestes últimos dias. São elas: Fábio Tomé de Souza (18), supeito de ocorrências no bairro Prefeito José Walter; Francisco Cleiton Nascimento de Souza (24), por atuação no bairro Vila Velha; Raimundo Aliçon Caetano da Silva (19), por ocorrência no Siqueira; Francisco Bruno Pacheco da Silva (26), suspeito por ação criminosa no bairro Edson Queiroz; e Francisco Wellington da Conceição Oliveira (18), capturado na Via Expressa juntamente com dois adolescentes de 15 e 17 anos.

Segundo a Pasta, muitos dos suspeitos capturados também portavam armas de fogo e drogas. A SSPDS também informou que dois suspeitos foram presos em Caucaia, nesta quinta-feira, com um carro roubado, crack e um galão de gasolina.

Comboios

Em nota, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus) informou que se reuniu com a SSPDS e Prefeitura de Fortaleza, através da Etufor e Secretaria de Conservação e Serviço Público, para elaborar uma operação de segurança que garanta a normalidade do serviço de transporte coletivo de passageiros para a população.

De acordo com o sindicato, os ônibus de Fortaleza irão circular em comboios e com escolta da polícia a partir de 17h desta quinta-feira, sem previsão para o fim desta operação.


Fonte Diário do Nordeste

0 comentários:

Postar um comentário